sexta-feira

Uma visita à verdadeira Mansão Halliwell

Todos amam a Halliwell Manor. É um dos assuntos mais acessados aqui na Charmed Gallery. Mas será que a mansão que a gente vê no seriado é igual à casa que, como já mostramos, existe de verdade numa rua de Los Angeles?


Vamos começar essa visita pelo passado, mais precisamente por fotos históricas interessantíssimas. A primeira delas foi tirada por volta de 1900 e mostra seus primeiros proprietários, gente da burguesia chique da época que vivia nas colunas sociais dos jornais. Posam cheios de pompa, usando roupas finas e exibindo a carruagem:


Nessa época a mansão Halliwell era novinha mesmo, tinha sido recém construída em estilo vitoriano pelo vereador Daniel Innes, que também era empreendedor imobiliário e dono de uma loja de sapatos. Chamada de Casa Innes, ela pertenceu à essa família por 40 anos. As casas vitorianas estavam na moda entre a classe média-alta e logo se multiplicaram por todo o bairro, dando origem a uma vizinhança belíssima.

Na década de 1950, muitos das mansões dessa região se tornaram caras demais para que os moradores as pudessem manter. Essa foto, de data desconhecida, sugere que houve um período de decadência. Não tenho a origem da imagem, encontrei vasculhando pela Internet. A pintura e o jardim parecem mal-cuidados, embora eu não tenha lido nenhum registro de que a casa já tenha ficado vazia ou abandonada.


Durante a década de 1970, a área passou por um renascimento e muitas das propriedades originais foram compradas por novos proprietários que fizeram uma restauração histórica. Em 1976 a Avenida Carroll, onde o imóvel está, foi listada como Historic District. Mais tarde, se tornou a primeira zona de preservação histórica de Los Angeles, em 1983.

Essa é uma vista lateral dela, de um ângulo que normalmente não aparecia na série:


Dentro da casa você vai encontrar o clássico estilo vitoriano com dupla sala de estar. As dependências do andar térreo podem ser visitadas num tour pelas casas vitorianas da rua, que acontece todo primeiro sábado do mês e é muito popular entre os fãs de Charmed. O que eles encontram em L.A., você pode ver aqui:






A mansão é cheia de lustres e abajures luxuosos, como era típico das casas  ricas do final do século 19. Há muitos detalhes de madeira esculpida e adornos de metal. Um museu vivo, já que não serve apenas para visitação: é habitada de verdade por seus donos.




Ao longo do tempo, os donos da casa vasculharam briques e lojas de antiguidades para tentar encontrar móveis e acessórios de decoração originais do final do século 19. Assim, criaram um ambiente de volta ao passado. E o que seria melhor para retratar na tela uma mansão que pertence à várias gerações da mesma família?







A equipe de Charmed aproveitou o mesmo espírito. Comparando essas fotos da casa real com o interior da Mansão Halliwell que vemos na série, a gente percebe que o estilo, cores e texturas permanecem as mesmas, embora os móveis sejam diferentes. Também a disposição deles no ambiente foi adaptada para permitir a movimentação de atores e câmeras. Mas a base já estava lá, na mansão original, que como mostra essa planta tem um primeiro andar amplo e bem aberto:


Hoje, o L. A. Conservancy mantém a fachada exterior da casa, bem como as características interiores que incluem madeira, metais e detalhes decorativos. O imóvel chegou a ser colocado à venda em 2008, mas depois os atuais donos desistiram de fazer negócio, e continuam por lá.


São tantas as fotos legais dessa casa que fica difícil não fazer um post gigantesco com todas elas. Assim, escolhi algumas para esse gif em homenagem à mansão mais famosa da TV!


quarta-feira

Shannen Doherty e Holly Marie Combs, Best Friends Forever - 2a parte

Reencontramos as amigas prestes a estrear Charmed, e com uma nova colega: Alyssa Milano. Chegada na última hora para interpretar Phoebe, a atriz logo se integrou à equipe. E assim como as irmãs Halliwell na telinha, o trio se tornou inseparável fora dela.


As atrizes saiam juntas e davam entrevistas falando sobre a afinidade que tinham. "A química realmente funciona entre nós três. Somos amigas, e isso faz com que o show seja mais real," dizia Holly Marie Combs, no começo da segunda temporada. De fato, quando Alyssa Milano casou com o músico Cinjun Tate, ela e Shannen Doherty foram as madrinhas da noiva.


Foi também por aquela época que Holly precisou passar por uma cirurgia para retirada de um mioma uterino. "Shannen foi comigo em todas as consultas e segurou minha mão e Alyssa estava no meu quarto de hospital todos os dias", contou a atriz numa entrevista. "Essas são situações de vida ou morte, quando você realmente precisa de pessoas, e elas estão realmente lá. Fez uma enorme diferença para a minha recuperação rápida". O set de Charmed havia se tornado um ambiente de trabalho com um ar de família, onde as pessoas cuidavam umas das outras.


Bons tempos: as três ainda amigas, nos bastidores de Charmed.
Pena que isso não durou. Durante a terceira temporada, boatos de brigas entre Shannen e Alyssa vazaram. A crise culminou com a "morte" de Prue Halliwell e a saída de Doherty do elenco. Os rumores da época eram de que as duas atrizes se recusavam a voltar a trabalhar uma com a outra. Essa rusga foi um tema muito abordado pela imprensa.

Nessa reportagem para a TV americana, Shannen reafirmou sua amizade por Holly e insinuou que, em solidariedade, ela também deixaria Charmed:


Mas isso não aconteceu. No começo da quarta temporada, a amiga Holly estava triste. "Shannen acreditou em mim muito antes um monte de outras pessoas," disse. "Eu tenho um pouco de 'remorso de sobrevivência'. Aqui estou eu [ainda] no programa, a colher todos os benefícios. Isso mexe com minha cabeça um pouco. Sinto falta dela, mas ela parece estar indo bem."

Cena final: a terceira temporada termina com duas irmãs nocauteadas
por um demônio. Uma delas não sobreviveu.
O fato é que a Piper Halliwell continuou em cena. Enquanto Combs garantia ainda ter um bom relacionamento com Alyssa, falava também de um "sentimento de perda definitivo". "De certa forma tenho que tratar isso como um novo emprego, um seriado totalmente diferente que estou fazendo, porque senão vai ser um ano muito difícil", confessou à imprensa.

Durante algum tempo, as fotos e imagens das duas amigas juntas se tornaram mais raras. Em 2006, quando Charmed já estava terminando, elas foram flagradas por paparazzi em Malibu, num passeio. Na época Holly estava grávida do segundo filho, e levava o pequeno Finley, de dois anos, pela mão.


Shannen, Finley e Holly.
Depois do fim de Charmed, a amizade das atrizes entrou numa nova fase. Elas retomaram os projetos de trabalho em conjunto e passaram a se dedicar mais às causas que defendem. E também passaram por mudanças radicais na vida pessoal. É o que você vai ver na terceira parte de Shannen Doherty e Holly Marie Combs, BFF.

terça-feira

Shannen Doherty e Holly Marie Combs, Best Friends Forever - 1a parte

No final do ano passado, Holly Marie Combs publicou em seu Instagram essa foto de um jantar de comemoração com Shannen Doherty. O que as duas celebravam? Vinte anos de amizade! Não é muito bacana, isso?


Shannen e Holly se conheceram no final da adolescência, apresentadas por amigos em comum. "Ela tem sido minha irmã desde que eu tinha 18 anos", conta Doherty. Elas até se metiam em encrencas juntas - e Shannen era famosa por ter pavio curto. Foi o que aconteceu numa festa de aniversário, e virou notícia na época. A atriz se irritou com um homem que a importunava e teve até que ser contida. Arma-se o barraco e… Quem está lá para a amparar? A sempre amiga Holly Marie.


Quando no final dos anos 90 Aaron Spelling chamou Shannen para estrelar sua nova produção, Charmed, perguntou para a atriz quem ela queria que também estivesse no cast. "Eu disse: Holly!", conta Doherty. "Tenho defendido Holly e sua carreira por muito tempo, como ela fez para mim. Essa relação nunca terminou. Somos irmãs por toda a vida, neste momento". Fato: Holly foi aceita no time de Charmed.

Essa imagem supostamente é da primeira
sessão de fotos de Holly para Charmed.

Diz a história que Shannen fez o teste para interpretar Piper. Holly seria Phoebe ou Prue, dependendo de quem conta… Mas como a gente sabe os papéis acabaram mudando.

O fato é que, do primeiro evento de divulgação das novas séries, em 1998, participaram Doherty, Combs e Lori Rom, que interpretou Phoebe no episódio piloto de Charmed que nunca foi ao ar (você sabe mais sobre este episódio aqui).


No mesmo evento Shannen, Holly e a simpática Lori Rom
que então ainda era Phoebe Halliwell.

As duas amigas se preparavam para trabalhar juntas, mas viviam realidades muito diferentes. Shannen vinha de uma família estruturada, já tinha ganho um bom dinheiro com o trabalho na TV e era famosa por Beverly Hills, 90210. Já Holly havia tido uma infância pobre e apenas recentemente conseguia algum destaque em filmes e um papel secundário no seriado Picket Fences. Mas as duas amavam animais e, assim que pode, Combs realizou o sonho de comprar um cavalo. Mas… Onde colocar o bicho? No sítio de Shannen Doherty, é claro! Ela emprestou o celeiro até que Holly pudesse comprar a própria casa.

Mais imagens das amigas no evento de lançamento
de Charmed para a imprensa, em 1998.

Quando Charmed finalmente estreou, começava também um novo capítulo na vida das duas atrizes. A amizade delas teria um grande teste pela frente… Mas isso eu conto na segunda parte dessa história!

segunda-feira

Atores de Charmed falam sobre nova versão da série

Vai ou não ser gravado um novo Charmed? Isso ainda é um mistério mas, por enquanto, parece que os produtores da TV americana deixaram a ideia um pouco de lado. Para Holly Marie Combs e Brian Krause, ainda é cedo para um remake da série. Os dois deram esta entrevista bem-humorada sobre o assunto:


"A CBS quer refazer o show com o mesmo conceito mas outros atores", conta Holly. A entrevistadora pergunta quem eles escalariam. "Brian quer Jennifer Aniston como Piper", brinca a atriz. "Mas aí eu teria que fazer parte do seriado", responde Krause.

E já que ele pode escolher a celebridade por quem tem uma quedinha, Holly faz o mesmo. "Quero George Clooney para Leo." Brian responde que Clooney só interpretaria um demônio, mas Combs contra-ataca: "Então, Greg Vaughan!"

Piper com Dan Gordon, na foto promocional de Charmed.
Krause dá um longo gemido irritado… Brincando, é claro. Greg interpretou Dan na segunda temporada, o jogador de futebol que disputa com Leo o coração de Piper.

Um triângulo amoroso incrível, né? A fofíssima Piper dividida entre dois bonitões...


sábado

O episódio nunca exibido de Charmed


Em Something Wicca this Way Comes, primero episódio gravido de Charmed, as atrizes principais eram Shannen Doherty, Holly Marie Combs e… Lori Rom!

Estava tudo pronto para o lançamento da série, em outubro de 1998. Mas o piloto nunca foi ao ar, pelo menos da maneira como estava. Quase na última hora, chegou a notícia de que Lori tinha desistido de interpretar Phoebe, e que já havia uma substituta: Alyssa Milano. Só que o material de divulgação já tinha até sido confeccionado.

 

Até hoje não se sabe exatamente por que Lori Rom deixou Charmed. Na época, foi alegado que a atriz teria "motivos religiosos" para não fazer o papel mas, convenhamos… Se isso fosse realmente importante, ela jamais teria se candidatado ao papel! Mais provável é que o produtor da série Aaron Spelling já estivesse negociando com Alyssa, enquanto o piloto era gravado. Eis algumas capturas de tela do episódio original:



 


No documentário Women of Charmed a criadora da série, Constance M. Burge, comemora a troca: "Alyssa foi um golpe de sorte. Substituiu verdadeiramente no último minuto a outra atriz, e eu me senti abençoada".

Shannen Doherty (que depois sairia da série por causa das brigas com Alyssa) diz: "Lori Rom não queiz continuar por razões pessoais, o que eu respeito. Mas foi realmente interessante porque Alyssa e Lori são pessoas diversas e o piloto ficou completamente diferente por causa do dinamismo que Alyssa trouxe". As cenas em que Phoebe aparece foram todas regravadas no novo piloto.



Recentemente, encontrei uma reportagem publicada no dia da estréia de Charmed que afirmava que foi o próprio Aaron Spelling que dispensou Lori Rom. "Ela não se encaixava bem na fórmula", dizia o texto.  E parece que a saída dela não deu sorte ao gatinho, que também foi "substituído" no papel de Kit


Agora, quem ficou curioso para ver uma Phoebe Halliwell bem diferente, interpretada por Lori Rom, pode curtir o EPISÓDIO PILOTO NUNCA EXIBIDO NA TV de Charmed! Você vai notar também outras diferenças, além da troca da atriz:

 
Home | Tudo sobre Charmed | Novas Temporadas | News | Gallery | Downloads | Web | Contato

Copyright © 2010 Charmed Gallery |Designed by Templatemo |Converted to blogger by BloggerThemes.Net Adapted by Lory.